Encerra nesta sexta-feira, 12, o XXIV Fórum Municipal de Educação, XXI Fórum Regional de Educação e XX Fórum Nacional de Educação

Encerra nesta sexta-feira, 12, o XXIV Fórum Municipal de Educação, XXI Fórum Regional de Educação e XX Fórum Nacional de Educação

Encerra nesta sexta-feira, 12, o XXIV Fórum Municipal de Educação, XXI Fórum Regional de Educação e XX Fórum Nacional de Educação

Evento tem como temática “Entre saberes e fazeres, a tecnologia: diálogos com a cultura digital”

 

Tendo como temática: “Entre saberes e fazeres, a tecnologia: diálogos com a cultura digital”, onde os participantes estão sendo convidados a refletir, dialogar e a construir conhecimentos sobre a cultura digital e os impactos da tecnologia na educação, encerra nesta sexta-feira, 12, o XXIV Fórum Municipal de Educação, XXI Fórum Regional de Educação e XX Fórum Nacional de Educação. O evento, promovido pela Prefeitura de Getúlio Vargas, através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto, com o apoio da Faculdade IDEAU, URI Erechim, Faculdade Meridional – IMED - e Universidade de Passo Fundo, iniciou na terça-feira, 9, com a conferência “Novas tecnologias: a linguagem dos símbolos na contemporaneidade”, com a Professora Dra. Emília Cipriano, da PUC/SP; e encerra com a conferência “Motivação e autoestima dos educadores de sucesso na era digital”, com o Professor Daltro Monteiro. As atividades estão sendo desenvolvidas no Auditório da Faculdade IDEAU. A cerimônia de encerramento do Fórum acontece às 16h, do dia 12.

A solenidade de abertura oficial foi realizada na noite do dia 9, contando com a presença de autoridades, entre elas, o prefeito de Getúlio Vargas, Mauricio Soligo; o vice-prefeito Elgido Pasa; o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Borgmann; Secretária Municipal de Educação, Cultura e Desporto, Sandra Betiatto; Coordenadora da 15ª Coordenadoria Regional de Educação, Andréia Lazzari Ascari; presidente do Conselho Regional de Educação e Cultura da AMAU, Julia Antonia Bagnara Consoli; presidente da Faculdade IDEAU de Getúlio Vargas, Flávio Carlos Barro; presidente do Conselho Municipal de Educação de Getúlio Vargas, Marcele Anversa Lima;  presidente da Comissão Organizadora do evento, professor da URI Erechim, Carlos Antônio da Silva; assessor pedagógico da SMECD de Getúlio Vargas, Ivan Dourado; secretários municipais, vereadores, entre outros.

O evento contou com a participação de professores das Redes Municipal, Estadual e Privada de Ensino de Getúlio Vargas e dos demais municípios da região: Estação, Erebango, Ipiranga do Sul, Erechim, Floriano Peixoto, Cruzaltense, Sertão, Coxilha, Tapejara, Porto Alegre, Venâncio Aires, Charrua, Barão de Cotegipe, Mariano Moro, Passo Fundo e Tatuí/SC.

Na conferência de abertura, com a Professora Dra. Emília Cipriano, coordenada pela secretária Sandra Betiatto, entre os vários tópicos abordados, foi debatido o que significa ler o mundo no atual contexto. Esse questionamento levou a todos a analisar e refletir como os seres humanos constroem e se apropriam dos conhecimentos num contexto de globalização e complexidade. Para tanto a discussão sobre a linguagem simbólica revela e desvela as múltiplas interpretações de uma realidade e representa o pano de fundo para ler através dos símbolos as percepções, os sentidos e os significados de um cenário situado histórica e culturalmente. O foco da reflexão foi fundamentar a discussão sobre a linguagem dos símbolos, explicitando as bases epistemológicas e suas implicações nas práticas pedagógicas e relações com os conhecimentos de diferentes áreas e contextos.

EDUCAÇÃO E CULTURA DIGITAL

O segundo dia do evento iniciou com uma apresentação dos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Cônego Stanislau Olejnik e da Escola Municipal de Ensino Fundamental 15 de Novembro – Projeto Intersetorial, envolvendo as secretarias de Educação, Cultura e Desporto e a Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social. Em seguida, todos participaram da vídeoconferência “O bem-estar do professor”, com a Professora PhD. Maria José Chambel, de Lisboa, e com o Professor PhD. Carlos Costa, da IMED, momento que contou com a coordenação da Professora Dra. Jacqueline Raquel Bianchi Enricone, da URI.

Em tempos de cultura digital, quando é necessário parar para refletir sobre o consumo e o descarte, o Secretário do Meio Ambiente de Getúlio Vargas,  Daniel Fernandez, explanou, brevemente, sobre o Programa Tampinha Legal, que conta com o apoio da Prefeitura de Getúlio Vargas, convidando as escolas a aderirem ao projeto.

A tarde iniciou com uma apresentação dos alunos da Escola Municipal de Educação Infantil Olivo Castelli. Após, iniciou a conferência que dá título ao Fórum, “Entre saberes e fazeres, a tecnologia: diálogos com a cultura digital”, com o Professor Valther Mastro, da Maestro Assessoria, sendo coordenada pelo Professor Me. Ivonei Grolli, da Faculdade IDEAU.

TECNOLOGIAS E INCLUSÃO

O Fórum de Educação deste ano propõe a todos uma reflexão sobre as relações entre a educação e a cultura digital. São tantas as novas e impensáveis tecnologias que, muitas vezes, não paramos para pensar sobre nós mesmos, na nossa condição de seres humanos. A partir disso, é necessários criarmos espaços para que o olhar se direcione para o si mesmo, para o eu e para o outro. É necessário pensarmos: como está nossa mente? Como está nosso coração?

Enfim, em tempos de cultura digital, falamos muito em linguagem de programação. Seria necessário uma “reprogramação” das nossas mentes? Tendo em vista essa indagação, a Mestre Caroline Carbonari, de Erechim, foi a responsável pela conferência “Reprogramação Mental”. Coordenou a mesa, a Professora Estela Mara Warnava, Coordenadora Pedagógica da SMECD de Getúlio Vargas.

Na noite do segundo dia, o Fórum iniciou com a apresentação dos alunos da APAE de Getúlio Vargas. Em seguida, foi a vez da conferência “A vida que se transforma: tecnologias e inclusão”, que instigou a todos a refletir sobre a importância das tecnologias para a melhoria da nossa qualidade de vida, indenpendentemente de qualquer condição, com Tiago Link. Coordenou a mesa, a Professora Luana Letícia Reffiel Menta, Orientadora Pedagógica da SMECD de Getúlio Vargas.

MOTIVAÇÃO E AUTOESTIMA

O terceiro dia do Fórum da Educação foi dedicado às Oficinas Pedagógicas e Comunicações Orais, que aconteceram no Campus II da Faculdade IDEAU.

Nesta sexta-feira, 12, a manhã inicia com a mesa-redonda com o tema “BNCC e Referencial Gaúcho”, com a participação da Professora Marléa Alves, da Undime e o Professor Dr. Roberto Rafael Dias da Silva, da Unisinos. Será coordenador da mesa, o Professor Dr. Ivan Penteado Dourado, assessor técnico-pedagógico da SMECD de Getúlio Vargas e professor da UPF.

À tarde, acontece a conferência “Motivação e autoestima dos educadores de sucesso na era digital”, a ser proferida pelo Professor Daltro Monteiro, sendo  coordenador o Professor Dr. Carlos Antonio da Silva, da URI Erechim.

 

Assessoria de Imprensa

Close
Close

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.

Close

Close